Historia do Android

História do Android. Antes de se tornar o sistema operacional móvel mais usado no mundo desde 2013, o Android teve que romper algumas barreiras. Isso se deu oferecendo inovações a cada nova versão. Uma história que gostaria de contar.

História do Android: Nascimento do Robô verde.

Tudo começou em 2003 na cidade de Palo Alto, Califórnia. Quando Andy Rubin, Rich Miner, Nick Sears e Chris White iniciaram o desenvolvimento de um sistema para dispositivos móveis mais inteligentes. (Smartphones)

Em 2005 a Google adquiriu o Android,  mantendo Rubin, Miner e White à frente do projeto. Na época correu boato que a Google iria entrar no mercado de telefonia móvel. Mas o que aconteceu foi a venda  do produto para as fabricantes de celular, com a promessa de entregar um sistema flexível e atualizável.

Primeiro celular android

Em 2007 um consórcio de empresas incluindo, Google, Sony, Samsung e HTC, juntamente com operadoras de telefonia como a Nextel e T-Mobile, entre outros, se juntaram e lançaram   o HTC-Dream. A história do Android ganhava solidez.

História do android
HTC-Dream

Nexus carro chefe do Android

Em 2010 a Google lançou os dispositivos Nexus. Mas ao contrário do que se esperava não foi/é a Google a fabricante. Ela se vale  de parcerias com fabricantes para lançar no mercado a linha Nexus. A vantagem seria  que todas as atualizações e melhorias seriam disponibilizadas primeiro ao Nexus.

De lá para cá já são várias atualizações, sempre fuscando avançar no competitivo mercado de telefonia móvel, que conta com concorrentes como o IOS e Windows Phone. Confira as principais versões que fazer parte da história do Android.

Android 1.5 – Cupcake (30 de abril de 2009)

Nesta versão tivemos melhorias nos seguintes aspectos:

  1. Melhoria da câmera;
  2. Aumento da velocidade de localização do GPS;
  3. Teclado virtual;
  4. Carregamento automático dos vídeos no YouTube e Picasa.

Android 1.6 – Donut (15 de setembro de 2009)

Na versão 1.6 tivemos importantes alterações, como:

Caixa de pesquisa rápida

A caixa de pesquisa rápida e onipresente do Android foi introduzida com o Donut. Veja resultados de pesquisa da
Web e do conteúdo do seu Smartphone de uma só vez em uma única caixa na tela inicial.

Diversidades de tamanhos de tela

O Android é apresentado em todas as formas e tamanhos, graças a recursos lançados com o Donut que permitiram que o Android fosse executado em várias proporções e resoluções de tela. Isso abriu as portas para os smartphones com telas em formato diferentes do retrato 320×480.

Android Market

Antes do Google Play, havia o Android Market. Lançado em 2008, ele foi redesenhado com o Donut para expor os principais apps , gratuitos e pagos. Isso ocorreu na época em que o catálogo de apps de terceiros do Android começava a explodir. Além disso acrescentou-se:

  1. Box de busca veloz e busca por voz;
  2. Indicador do uso da bateria;
  3. Reagrupamento da câmera e da galeria, além de novos modos de foto;
  4. Função text-to-speech multilíngue.

Android 2.0 – Eclair (26 de outubro de 2009)

No Android 2.0, aspectos importantes de navegação e usabilidades foram melhorados. Confira abaixo.

Navegaçao do Google maps

A navegação do Goolge Maps deu um novo significado à definição de smartphone. As rotas passo a passo que usam os dados do Google Maps incluíram muitos recursos encontrados em um sistema de navegação típico de carros: uma visualização prospectiva, orientação por voz e informações de trânsito. Tudo de graça. Um grnde avanço dentro da História do Android.

Personalização da tela

O Android sempre permitiu que você deixasse sua tela inicial exatamente como deseja, com toques personalizados, panos de fundo e a capacidade de organizar apps e widgets em várias telas e em pastas. O Eclair introduziu os planos de fundo interativos qu surgiam em uma tela inédita de 854×480.

Conversão de voz em texto

Antes do recurso de ações de voz como a “ok Google”, era possível tocar no ícone do microfone e ditar diretamente para seu smartphone. O Eclair substituiu a tecla de vírgula do teclado virtual por um microfone. Com um simples toque, as palavras que você fala aparecem na tela.

  1. Contas múltiplas per email e sincronização dos contatos;
  2. Suporte para Bluetooth 2.1;
  3. Nova interface de usuário do browser e suporte para HTML5;
  4. Novas funções para o calendário.História do android

Android 2.2 – Froyo (20 de maio de 2010)

A partir desta versão vamos colocar apenas as principais modificações. Ok?

  1. Até cinco vezes mais rápido que a versão anterior (Eclair);
  2. Navegador web nativo até três vezes mais rápido;
  3. Compartilhamento de internet com computadores com hotspots;
  4. Usuário pode relatar bugs e erros diretamente ao desenvolvedor assim que o aplicativo deixa de responder;
  5. Possibilidade de armazenar aplicativos no cartão SD;
  6. Desenvolvedores podem criar apps que aprimoram a segurança do aparelho, como as telas de bloqueio;
  7. Microsoft Exchange sincroniza com contas e calendário
  8. Android Market pode atualizar aplicativos automaticamente;
  9. Compatibilidade com Flash 10.1;
  10. Câmera ganha menu que possibilita acesso mais fácil às principais funções.Suporte para criar hotspot (compartilhar a conexão via WiFi);
  11. Adobe Flash 10.1;
  12. Teclado multilíngue;
  13. Integração de um “widget guia” que ajuda a conhecer as funções do Android.

Android 2.3 – Gingerbread (6 de dezembro de 2010)

  1. Interface reformulada para maior simplicidade e velocidade;
  2. Novo teclado para digitação rápida;
  3. Seleção de texto e funções copia/cola;
  4. Integração de chamadas pela internet.

Android 3.0 – Honeycomb (23 de fevereiro de 2011)

  1. Versão para tablet, interface otimizada para telas maiores;
  2. Melhoria do multitasking, do gerenciamento das notificações, da personalização da home screen e dos widgets;
  3. Acrescentado o tethering através do Bluetooth;
  4. Suporte integrado para transferir facilmente arquivos multimídia para o PC.

Android 4.0 – Ice Cream Sandwich (19 de outubro de 2011)

  1. Nova fonte (Roboto);
  2. Possibilidade de desbloqueio com o sorriso;
  3. Acrescentada funções como gerenciamento dos cartões, dos favoritos e da captura de tela;
  4. Acrescentado o swipe para esconder notificações, fechar páginas da web, etc;
  5. Suporte a Wi-Fi Direct,  Bluetooth HDP e Android Beam.

Android 4.1 – Jelly Bean (27 de junho de 2012)

  1. Mais veloz, mais fluido e mais reativo aos inputs;
  2. Widgets redimensionáveis;
  3. Google Now, ditado vocal offline;
  4. Melhorado o Android Beam;
  5. Melhorias nas atualizações de apps.

Android 4.4 – KitKat (31 de outubro de 2013)

  1. Suporte para Bluetooth MAP;
  2. Novo framework para as transições na interface de usuário;
  3. Suporte para a impressão sem fio;
  4. Otimização da memória e da touchscreen para um multitasking mais veloz.

Android 5.0 – Lollipop (25 de junho de 2014)

  1. Suporte para processadores de 64 bits;
  2. Introdução do Material Design (nova diretriz de design do Android);
  3. Substituição da máquina virtual Dalvik por ART;
  4. Notificações na tela de bloqueio;
  5. Introdução de recurso multiusuário para smartphones;
  6. Modo de economia de bateria.

Android 6.0 – Marshmallow (29 de setembro de 2015)

  1. Atalho para câmera no botão de energia;
  2. Não perturbe “até o próximo alarme”;
  3. Novos enjois;
  4. Otimização da gaveta de apps;
  5. Acesso ao Google Now a partir da tela de bloqueio;
  6. Now on Tap;
  7. Personalização das Configurações rápidas;
  8. Controle de permissões de aplicativos;
  9. Melhor gerenciamento de energia – Doze Mode;
  10. Gerenciador de RAM.

Android 7.0 – Nougat (22 de agosto de 2016)

  1. Encriptação nativa
  2. Fim da tela de otimização de apps
  3. Novos enjois
  4. Gráficos e tempo de execução
  5. Controlar o nível de importância das notificações manualmente
  6. Modo de Realidade Virtual
  7. Capacidade de alterar o tamanho da interface e da fonte
  8. Smartphones encriptados funcionarão mesmo após reiniciar inesperadamente
  9. Integração do “Mono Play” para os deficientes auditivos
  10. Responder mensagens pela barra de notificações
  11. Menu hambúrguer entre as configurações do sistema

Espero que tenham gostado deste post. Foi escrito com a intenção de demonstrar a história do Android, sistema operacional mais usado no Brasil. Deixem seu comentário ou compartilhe este conteúdo com seus amigos (as).

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *